Você realmente sabe como estudar?

sabe como estudar

Com a realidade atual que o Brasil enfrenta, é cada vez mais necessário o investimento nos diferenciais competitivos para se destacar no mercado de trabalho, cada vez mais exigente. Este é um dos motivos para a constante atualização e especilização dos profissionais. Analisando este cenário, pode-se observar que os alunos de vestibular, graduação e pós-graduação têm algo em comum: a necessidade de estudar com qualidade, ou seja, com eficiência e eficária. 

Pesquisadores norte-americanos constataram, em um estudo publicado pela Association for Psychological Science, que hábitos como grifar textos ou fazer resumos têm pouca eficácia na hora dos estudos. É preciso ir além. Por isso, separamos algumas dicas essenciais para ajudar você.

 1) Organize-se
Antes de tudo, tenha em mente que a organização é a sua maior aliada. Planeje o seu dia dividindo os horários para a realização de tarefas, estudo e momentos de lazer. Após o planejamento do dia, monte um cronograma que divida o seu tempo de estudo entre as leituras, exercícios, revisões e testes.

organizacao estudos

2) Estabeleça metas
Essa é uma forma de desafiar e motivar a si mesmo visando atingir os objetivos que estão por vir: passar no vestibular, conseguir uma boa nota na prova da graduação, conseguir a vaga daquele concurso, produzir uma boa tese, etc. Ao estabelecer uma meta, você se auto estimula a cumpri-la, direcionando a sua força de vontade para obter resultados efetivos.

metas

3) Faça testes práticos
Encare os estudos como se fossem uma prova real com questões de múltipla escolha, questões dissertativas, entre outras. Segundo o estudo da Association of Psychological Science, quanto mais testes, melhor. Além disso, repetir os testes e as perguntas que você errou, também tem utilidade para os estudos, pois ajuda na fixação do conteúdo.

testes praticos

4) Explique os conteúdos para si mesmo
Ao entender o assunto e conseguir decodificar o que está sendo aprendido, você pode utilizar a técnica de se explicar o passo a passo da lição. Assim, ao trabalhar a audição e a fala ao mesmo tempo, será como se estivesse pensando em voz alta e repetindo novamente o conteúdo para que ele possa ser fixado e entendido de forma eficaz.

explique para si mesmo

5) Ensine para outras pessoas
Parecida com a dica acima, ao ensinar o conteúdo para outras pessoas você também consegue memorizar o conteúdo ao repeti-lo. Ao passo que forem surgindo dúvidas, vocês serão estimulados a resolvê-las juntos.

explique para outra pessoa

6) Escreva à mão em vez de digitar
Este método também ajuda a reter os conceitos estudados com mais facilidade, a aprender uma nova língua e manter o cérebro ativo. Escrever à mão nos obriga a focar no conteúdo essencial, uma vez que demanda mais tempo, esforço e concentração do cérebro. O ato de digitar é muito veloz e, diferentemente da escrita manual, não concede tempo ao cérebro de processar o significado da informação. Você, que usa a tecnologia o tempo todo, tem que reaprender a escrever. 

escrever a mao

7) Guarde um tempo para o lazer
O cérebro também precisa descansar. O estresse pode ser um inibidor do aprendizado e da memorização, portanto, guarde um tempinho para ler um livro, assistir a um filme, sair com os amigos ou realizar qualquer outra atividade que pode relaxar a sua mente.

lazer

8) Pratique exercícios físicos
De acordo com os pesquisadores de um estudo publicado no British Medical Journal, fazer de 10 a 40 minutos de exercícios físicos, pode aumentar a concentração e o foco mental, devido ao aumento do fluxo sanguíneo no cérebro.

exercicios

Agora que você já sabe como se preparar para os estudos e decolar em sua carreira, fale com um consultor CP4 para fazer um planejamento de internacionalização do seu currículo.

Artigos relacionados

» Entre em contato com a CP4