Lívia Mello

Peru

Chegar ao aeroporto de Lima uma hora da manhã, cansada, após um dia interio de viagem, foi uma mistura de alegria e estranhamento. Muitos táxis rodando nas ruas, uma agitação natural de férias e um trânsito digno de cidade grande: confuso!!!
Meu destino ainda estava longe. Punta Hermosa fica à uma hora de carro da capital do Peru, Lima.
A beleza das praias, banhadas pelo Pacífico, formando ondas perfeitas todos os dias do ano, contrasta com a pobreza do lugar. As ruas não têm asfalto e, muitas vezes, parecem desertas, cinzas.
Em compensação os outdoors são inúmeros, de tamanho gigantesco. Vendem bebidas, anunciam estabelecimentos, gritam marcas internacionais! Um exagero no tamanho e no número deles.
O povo peruano parece bem solícito aos brasileiros que são em grande número por aqui. Parecem nos tratar até melhor do que tratam os seus conterrâneos. Por exemplo, na pousada onde me hospedei, a entrada de peruanos é proibida... Vai entender...
Retorno ao Brasil em duas semanas, e em março embarco para a Austrália. Um país igualmente conhecido por suas ondas! Será esta a única coinscidência? Em breve saberei!!!

Estas foram as primeiras impressões da Lívia, enviadas na semana da chegada.

» Veja outros depoimentos